SDCC: Criadores falam sobre AXIS e seus desdobramentos

Querem saber mais sobre AXIS, o evento que possivelmente mudará a cara da Marvel? Eles andaram falando sobre isso na San Diego Comic Com. O editor chefe Axel Alonso, os editores Mike Marts e Nick Lowe e o roteirista Rick Remender falaram não só a respeito do projeto como de outros.

Marvel

O primeiro update é do novo Capitão América. Além de manter suas asas ele terá um novo Nômade como parceiro. Após dormir com a filha de Arnin Zola, o ex-Falcão terá a companhia do irmão dela que foi adotado por Steve Rogers na Dimensão Z.  O maior inimigo da dupla será uma nova encarnação da Hidra, provavelmente uma releitura do que temos visto no MCU. Remender elogiou o trabalho de Stuart Immonen e avisou que os fãs devem ficar atentos à última página da edição 25. Nela serão plantadas as sementes tanto da nova Hidra quanto dos vilões que aparecerão na série do Soldado Invernal escrita por Remender. Sobre a Graphic novel Avengers: Rage of Ultron foi dito que será como a Piada Mortal, uma edição separada que teve base nos flashbacks e alterou o status quo dos personagens nas edições de linha ao longo dos anos. O que acontece no passado influenciará as histórias que serão contadas com a formação dos Vingadores pós AXIS.  Na história veremos Starfox e um novo tipo de Ultron. Outro personagem que ganhará destaque é o Visão, cuja missão do roteirista é mostrar o quanto o androide é fodão. As edições 24 de Uncanny Avengers e Capitão América, nove de Magneto e seis de Loki: Agent of Asgard estarão ligadas ao evento AXIS.  Magneto terá um papel importante na saga, já os títulos escritos por Remender terão de lidar com os planos de Arnin Zola e do Caveira Vermelha.  O evento terá três atos e todos estão tentando tomar cuidado para que o final do segundo ato não vaze. O vilão Homem-Planta retornará no evento e os Vingadores terão de lidar com ele. O Homem-Planta é um dos vilões preferidos do roteirista que queria traze-lo de volta há algum tempo.  Ciclope e Destrutor enfrentarão uma séria ramificação do evento e estarão na capa do segundo número da série. AXIS: Carnage terá um artista que todos amarão e AXIS: Hobgoblin terá muitas ligações com a saga principal, além de envolver a Goblin Nation. Correndo por fora teremos uma série apenso: AXIS: Revolutions. A partir de outubro Uncanny Avengers mostrará o confronto entre Magneto e Caveira Vermelha, o que levará ao cerne de AXIS, que será o conflito entre Magneto e Feiticeira escarlate e a solução que encontram para resolver o problema, uma solução capaz de criar mais problemas do que soluções. Também em outubro teremos as entradas de Deadpool e All New X-Factor na contenda. O Quarteto Fantástico não estará na história, mas os editores já têm algo planejado proa quatro aventureiros. O Duende Verde que foi substituído pelo Duende Macabro na capa da primeira edição. Segundo os editores Osborne cogitado, mas não se encaixava na série e o Massacre Vermelho só entrou na série porque Tom Brevoort insistiu muito. Remender entrou na defensiva, mas cedeu e achou uma boa ideia. Remender comentou que como qualquer roteirista aproveita muitas ideias boas que não foram usadas em seus títulos anteriores e que sim, algumas a forma que ele escreve é afetada pelos eventos. Um bom exemplo foi a ideia que ele e Kieron Gillen tiveram de que Tony Stark criaria um aplicativo baseado na linguagem de código do Extremis que será a base do novo título do personagem e começará a ser usada na saga.  A ideia infeliz será responsável pelo retorno de um vilão que surpreenderá a todos. Também foi dito que Jaime Madrox reaparecerá, mas não num título ligado aos X-Men. Remender disse que os X-Men estão acabados, uma piada que pode ter um grande fundo de verdade. O roteirista desmentiu o plano de matar Ciclope e disse que os X-Men serão uma presença marcante em sua nova saga. Também veremos o retorno de um vilão dos X-Men que será mostrado de uma forma completamente diferente. O vilão é ligado a Apocalipse. Outro personagem que terá uma participação marcante no evento será Odinson, o Thor desmerecido, o que implica que não teremos “a” Thor na série. O relacionamento do personagem com Loki será bastante explorado. Uma das ideias originais de AVX evento era matar os Vingadores e substitui-los pelos X-Men. Sobre o Capitão América negro. Eles gostaram da reação positiva.  Ainda porque ainda teremos Steve Rogers na revista, mas que ele entendeu após o arco “Nuke” que este outro homem e sua visão conversariam muito mais com a américa moderna do que ele. O projeto Avengers Now é sobre diversidade, mas surgiu a partir das diferentes ideias dos roteiristas envolvidos. Também há planos de trazer projetos com os adolescentes da Marvel e um deles será o Elixir. Aos poucos saberemos todas as novidades que a SDCC nos reserva. Ela está só começando.

Fonte: Bleeding Cool

A força se manifestará em dose tripla na Marvel

Saudações tripulantes que tem midiclorians correndo  em seu sangue.

Marvel

Conforme já foi anunciado em todos os meios de comunicação, com a compra da Lucasfilm a Disney devolveria os direitos para sua divisão de quadrinhos, a Marvel Comics, que voltaria a publicar quadrinhos da franquia após um hiato de quase três décadas.

Joe Quesada (sempre ele) falou do projeto em seu programa.  Segundo o gordito teremos mais de um título. Star Wars, título principal terá Jason Aaron e John Cassaday e será narrado no mesmo ponto histórico da primeira edição que saiu pela casa das ideias. Para o roteirista é como se ele tivesse sido contratado para escrever uma sequência do episódio IV já sabendo como seriam os filmes seguintes.A novidade confirma o que todos já sabiam: O universo expandido vai pro saco.

Além do título principal teremos mais dois “inesperados”. Kieron Gillen e Salvador Larroca estarão envolvidos com Star Wars: Darth Vader e Mark Waid e Terry Dodson estarão envolvidos com a minissérie em cinco edições Star Wars: Princess LeiaA série do pai explorará como um Jedi se torna Sith que foi o único sobrevivente da Batalha de Yavin se tornou um dos mais temidos líderes do império.

Apesar dele aparecer no título principal, o roteirista do título solo de Vader deixa claro que lidar com aquele grupo de rebeldes é apenas um de seus muitos afazeres.

Star Wars: Princess Leia será situada após o primeiro filme da série e apresentará ao leitor uma personagem sem chão após a morte de seus pais e a destruição de seu planeta. Na história ela terá de decidir ser será uma princesa sem trono ou assumirá suas responsabilidades como a líder capaz de reconstruir Alderaan.

Segundo Axel Alonso a mini da princesa Leia será apenas a primeira de várias minisséries baseadas no universo de Star Wars.

A sorte está lançada. Star Wars voltou a ser da Marvel e eles tem duas décadas de material que pode ser reaproveitado. A questão é saber se aproveitarão o que foi criado para os games, livros e HQs da Dark Horse. Quem sabe a Mara Jade